Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita cresce o volume de movimentação em 16,3% | Brazil Modal

Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita cresce o volume de movimentação em 16,3%. A VLI, empresa que administra o Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), na Baixada Santista, movimentou, em 2020, 12,6 milhões de toneladas entre grãos, açúcar e fertilizantes. O volume é 16,3% maior do que as 10,9 milhões de t movimentadas no terminal em 2019 e 31,4% maior do que os 9,6 milhões de t movimentados em 2018.

O acumulado de produtos do agronegócio exportados pelo terminal, como soja, milho e açúcar, supera 8 milhões de t – mais de 63,5% do total das 12,6 milhões de t de 2020.

O aumento no volume transportado pela empresa no Tiplam em 2020 é puxado pela alta de 26,7% na movimentação de soja – 2,5 milhões de t, ante 2 milhões de t em 2019 –  e açúcar, produto que teve alta no volume transportado de 29,9% no período, com 3,9 milhões de t frente 3 milhões de t em 2019.

De acordo com o Tiplam, a integração com o modal ferroviário e a chegada de 100% da carga exportada pelos trilhos tornam o processo de escoamento de produtos mais ágil e permite, por dia, o recebimento médio de três composições – cada uma com 80 vagões.

Terminal

Os números do ano passado reforçam a importância do modal ferroviário para o escoamento de açúcar e grãos produzidos no país. No setor de açúcar, a VLI já é responsável por movimentar 25% da commodity exportada por Santos.

No ano passado, a companhia e a Tereos inauguraram dois armazéns de açúcar construídos no Tiplam e no terminal Guará, interior de São Paulo, frutos do acordo estabelecido pelas empresas, que supera R$ 200 milhões investidos em conjunto. Com capacidade para 240 mil toneladas, os dois armazéns foram essenciais para apoiar o aumento nas exportações de açúcar bruto da Tereos, estimado em 60% para esta safra.

 

 

 

Fonte: Tecnologística

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/terminal-integrador-portuario-luiz-antonio-mesquita-cresce-o-volume-de-movimentacao-em-163/