As companhias marítimas registram 37 embarcações inativas que somam uma capacidade de 175.172 TEUs | Brazil Modal

A frota inativa representa 0,8% do total global e os navios docados representam 2%. A frota inativa global permanece em níveis baixos, os navios parados representam 0,8% da capacidade total da frota por unidade. Em comparação com março, o segmento de docados também desacelerou, aumentando apenas ligeiramente para 2% da frota mundial por unidades, relata a Alphaliner .

A forte demanda de carga e as altas taxas de frete tornam as companhias marítimas dispostas a usar toda a tonelagem disponível para geração de receita ou para reposicionamento de contêineres vazios.

A frota inativa hoje é composta principalmente por embarcações envolvidas em acidentes, afetadas por sanções ou aguardando para ingressar em próximas missões de serviço. Estão inclusos também navios que estão passando por reparos urgentes ou manutenção regular.

De acordo com o último levantamento da Alphaliner , realizado em 12 de abril, a frota inativa é composta por 162 navios, totalizando 676.121 TEUs. O valor representa 2,8% da capacidade global da frota por unidades.

Em comparação com o levantamento anterior da Alphaliner , no final de março, o número de navios aumentou em seis unidades, com uma ligeira redução de 14.275 TEUs na capacidade.

Em meados de abril, a Alphaliner contabilizou 56 embarcações e 205.024 TEUs como comercialmente inativos, refletindo uma redução de 11 unidades e 35.661 TEUs, em comparação com o estudo anterior.

A Alphaliner detectou um aumento no número de embarcações em manutenção, reparos e modernizações. Contando 106 embarcações e totalizando 471.097 TEUs, o que revela um aumento de 17 embarcações com capacidade apenas moderada de 21.386 TEUs em relação ao levantamento anterior.

 

 

Fonte: Portos e Navios

 

 

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/as-companhias-maritimas-registram-37-embarcacoes-inativas-que-somam-uma-capacidade-de-175-172-teus/