Transporte por ferrovia no Oeste do Paraná cresce 50% após parceria entre Rumo e Ferroeste | Brazil Modal

Mais de 900 mil toneladas foram movimentadas entre Cascavel e o Porto de Paranaguá após assinatura do Contrato de Operação Específico (COE).

Assinado em fevereiro deste ano, o Contrato de Operação Específico (COE) entre a Rumo e a Ferroeste trouxe resultados expressivos para o setor produtivo do Oeste paranaense nos primeiros meses de execução. O acordo que permite que a Rumo atue com direito de passagem no trecho entre Cascavel e Guarapuava, otimizou o fluxo das operações ferroviárias no Paraná e proporcionou ganhos operacionais significativos. As concessionárias movimentaram até setembro de 2020 mais de 900 mil toneladas de produtos nas rotas de exportação, importação e mercado interno. O volume representou um crescimento de 50%, frente as 600 mil toneladas movimentadas em 2019.

Com uma média de três trens por dias circulando no trecho da Ferroeste, o transporte envolve as operações de exportação de grãos (soja, milho e farelo de soja) e contêineres reefer (carnes congeladas) de Cascavel até o Porto de Paranaguá, além da importação de fertilizantes para o setor agrícola e o transporte cimento produzido em Rio Branco com destino ao Oeste do Paraná.

De acordo com o Diretor Comercial da Operação Sul da Rumo, Eudis Furtado, a visão integrada entre a Rumo, Ferroeste e o Governo do Paraná resolveu um dos principais gargalos logísticos do Estado nas últimas décadas. “Até o ano passado, as cargas de Cascavel e região eram levadas até o terminal de Guarapuava e transferidas para os trens da Rumo. Era uma operação complexa e prejudicial para o fluxo das operações.”, explica Eudis.

Após o acordo e o reforço dos maquinários da Rumo operando na região Oeste, a empresa registrou uma melhoria de 25% no índice de eficiência. “A principal alavanca para aumento do volume foi redução do ciclo dos vagões que carregam em Cascavel. Antes, o ciclo Cascavel x Paranaguá x Cascavel, levava em média 12 dias, hoje estamos operando com uma média de 9,6 dias, afirma Eudis.

 

 

 

Fonte: Assessoria

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/transporte-por-ferrovia-no-oeste-do-parana-cresce-50-apos-parceria-entre-rumo-e-ferroeste/