Santos Brasil dá início à operação no Terminal Saboó | Brazil Modal

Atividade amplia presença da Companhia em Santos e marca nova fase de diversificação de serviços. A Santos Brasil começou a operar o terminal logístico Saboó, localizado na margem direita do Porto de Santos. Com cerca de 42 mil m2 de área total dedicada ao recebimento, armazenamento e carregamento de carga geral e cargas de projeto, o terminal marca o início da nova fase de diversificação das atividades da companhia para setores que tenham sinergia com suas atuais operações.

O contrato transitório foi assinado em 2020 e autorização da Receita Federal para operação saiu no dia 2 de fevereiro. A primeira carga foi recebida no último dia 20. Trata-se de um transformador de 217 toneladas, com 12,4m de largura por 3,82m de comprimento e 4,7m de altura. A carga é a primeira parte de um lote de duas unidades e ficará armazenada no Saboó por cerca de 30 dias até ser embarcada pelo cais público de Santos para a Flórida, nos Estados Unidos.

Em janeiro deste ano, a Santos Brasil venceu outra licitação para exploração de mais uma área transitória no Saboó, com 64 mil m², que será destinada à movimentação de contêineres vazios, além de carga geral e de projeto.

O investimento nestes dois terminais faz parte do novo direcionamento da Santos Brasil que prevê a diversificação e expansão da atuação da companhia para setores desassistidos e que tenham sinergia com suas atuais operações, de forma a compor seu portfólio e reforçar sua participação no mercado portuário, ampliando a conectividade com os serviços logísticos ofertados à sua base atual e potencial de clientes.

Em Santos, além dos terminais do Saboó, a Santos Brasil opera o Tecon Santos (terminal de contêineres) e o TEV (Terminal de Veículos) e conta com dois terminais alfandegados (Clias) estrategicamente posicionados em cada uma das margens do porto. Por meio da Santos Brasil Logística, a empresa atua na prestação de serviços de logística integrada in house e operações 3PL (Third-Party Logistics).

Conta com uma frota de 130 caminhões e responde por toda a coordenação de fluxo de carga entre a fábrica dos clientes e o porto de Santos; pela gestão de embarque e desembarque, do desembaraço aduaneiro, do estoque, dos armazéns que alimentam as linhas de produção, dos modais (com integração das atividades portuária, ferroviária e rodoviária) e a distribuição dos produtos.

De acordo com Antônio Carlos Sepúlveda, presidente da Santos Brasil, o Saboó, por sua localização na entrada da cidade, é estratégico para o porto e ideal para a movimentação de cargas de projeto, carregamentos com dimensão e peso de grandes proporções e fora de padrão, e de carga geral. É também muito importante para a descarga de fertilizantes por ser a única área ainda disponível no porto público para esse tipo de carga. “Com os arrendamentos reforçamos a nossa presença no porto de Santos para atividades além do contêiner, buscando sinergia com os nossos atuais clientes”, diz.

Em novembro de 2020, a Santos Brasil levantou R$ 790 milhões com oferta primária de ações na B3. Os recursos serão destinados, prioritariamente, para viabilizar o crescimento da empresa, por meio de participação em novos arrendamentos de ativos portuários; verticalização e integração da cadeia logística portuária a partir da plataforma da Santos Brasil Logística; e ampliação da participação na movimentação brasileira de contêineres.

Segundo Sepúlveda, a empresa planeja participar dos próximos leilões programados pelo governo federal de graneis líquidos e sólidos e está olhando com especial atenção as oportunidades no Porto de Santos.

 

 

 

Fonte: Portos e Navios

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/santos-brasil-da-inicio-a-operacao-no-terminal-saboo/