Príncipe William defende família real de acusações de racismo