Presidente do Mali renuncia e dissolve parlamento após golpe militar

O presidente do Mali, Ibrahim Bubacar Keita, renunciou ao cargo na noite desta terça-feira, 18, em pronunciamento na TV estatal, após ser vítima de um golpe militar.

De acordo com agências internacionais, Keita também anunciou a dissolução do parlamento e do governo: “Não quero que sangue seja derramado para que eu continue no poder”, disse o presidente.

Mais cedo, militares rebeldes se amotinaram e prenderam o Keita e o primeiro-ministro de Mali, Boubou Cissè. Opositores de Keita responsabilizam o presidente pela corrupção no governo e pela incapacidade do Estado de conter atos de violência causados por milícias fundamentalistas islâmicas no norte e no centro do país.

Protestos significativos pela renúncia do presidente têm sido convocados desde junho por uma coalizão de partidos da oposição, lideranças religiosas (o país é majoritariamente muçulmano) e organizações da sociedade civil.

Fonte:
https://veja.abril.com.br/mundo/presidente-do-mali-renuncia-e-dissolve-parlamento-apos-golpe-militar/