Porto de Santos ganha lavatórios e estações de higiene contra coronavírus | Brazil Modal

Dez lavatórios em aço inox, equipados com sabão líquido, foram instalados nos gates (portões) de acesso ao Porto de Santos. Outras estações de higiene poderão ser utilizadas por trabalhadores ao lado das embarcações atracadas no cais. Os equipamentos foram doados pelo Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), após determinação da Autoridade Portuária de Santos (novo nome da Companhia Docas do Estado de São Paulo, a Codesp).

A implantação desses itens de higiene era cobrada pelos trabalhadores do Porto desde o início da pandemia de coronavírus, quando os casos ainda estavam concentrados na China, um dos maiores parceiros comerciais do país. Portuários denunciam a falta de máscaras, luvas e álcool em gel para a proteção contra a doença. Em alguns casos, tripulantes estrangeiros proibiram o acesso de estivadores a bordo, por conta da falta de equipamentos de proteção individual.

Além dos lavatórios nos gates, a Autoridade Portuária determinou a instalação, pelos operadores, de estações móveis de higienização, utilizadas durante movimentações de carga e descarga de mercadorias. O equipamento, destinado aos trabalhadores, fica no costado, próximo à escada de acesso ao navio, a escada portaló.

As estações contêm álcool em gel, distribuidor de papel toalha, lixeira com acionamento por pedal e cartaz informativo sobre a forma correta de higienizar as mãos e sua importância na prevenção à Covid-19. A Autoridade Portuária determinou que os equipamentos, bem como o abastecimento e a reposição dos produtos para higienização, fossem disponibilizados pelos operadores. Cabe ao Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo) fiscalizar e orientar o uso correto, pelos trabalhadores, das estações de higienização durante as operações no cais público, além de divulgar instruções de práticas de higiene e prevenção ao contágio.

A Autoridade Portuária deve fiscalizar a presença e a operacionalidade das estações e autorizar o início da operação só após constatar que a estação se encontra posicionada, operacional e abastecida. A garantia de medidas, como fornecimento de insumos necessários e estrutura adequada à prevenção ao coronavírus nas áreas sob responsabilidade de arrendatários, também está prevista no acordo.

Fonte: A Tribuna

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/porto-de-santos-ganha-lavatorios-e-estacoes-de-higiene-contra-coronavirus/