Leopoldo López desembarca em Madri após sair da Venezuela

O líder da oposição venezuelana Leopoldo López desembarcou em Madri neste (25) após deixar Caracas no dia anterior. Ex-prefeito do município de Chacao, López estava refugiado na embaixada da Espanha na capital venezuelana desde 30 de abril de 2019, quando escapou da prisão domiciliar. As informações foram divulgadas pelo seu pai, o deputado do Parlamento Europeu Leopoldo López Gil.

“Venezuelanos, esta não foi uma decisão simples, mas tenham segurança de que contam com este servidor para lutar em qualquer lugar. Não descansaremos e seguiremos trabalhando para alcançar a liberdade que todos os venezuelanos merecemos”, escreveu López nas redes sociais. 

A ditadura de Nicolás Maduro acusou o embaixador da Espanha na Venezuela, Jesús Silva, de ser cúmplice na retirada de López. “É facilmente verificável que o chefe da missão diplomática espanhola na Venezuela foi o principal organizador e cúmplice confesso da anunciada fuga do criminoso Leopoldo López do território venezuelano”, afirmou o comunicado divulgado pela chancelaria de Maduro.

Em abril de 2019, López e Juan Guaidó, presidente do Parlamento, lideraram manifestações populares que tinham como objetivo mobilizar as Forças Armadas contra o regime de Maduro. Os militares, porém, mantiveram-se fiéis ao governo. 

López  foi condenado pela Justiça em 2014 por suposto envolvimento em protestos violentos contra o regime bolivariano. López cumpriu três dos 14 anos de prisão a que foi condenado, sendo transferido para a reclusão domiciliar. 

 

Continua após a publicidade

Fonte:
https://veja.abril.com.br/mundo/leopoldo-lopez-desembarca-em-madri-apos-sair-da-venezuela/