Jovem com paralisia morre após pai ficar em quarentena por coronavírus

Um adolescente com paralisia cerebral morreu sozinho em casa depois que seu pai e irmão foram colocados em quarentena por suspeita de coronavírus na China. O prefeito da cidade de Huajiahe, na província de Hubei, e o secretário local do Partido Comunista foram afastados após o caso.

Segundo a emissora britânica BBC, Yan Cheng, de 16 anos, foi encontrado morto em sua casa na quarta-feira, 29, uma semana após seus familiares serem colocados em isolamento. O adolescente recebia cuidados apenas do pai.

Durante o período em que ficou sozinho em casa, o garoto teria sido alimentado apenas duas vezes, segundo a imprensa local. Ainda de acordo com os jornais chineses, o pai de Yan chegou a publicar um post em uma rede social pedindo ajuda para seu filho e explicando que ele havia sido deixado sozinho em casa sem água ou comida.

O homem ainda comunicou as autoridades sobre a situação do filho. Segundo a imprensa chinesa, oficiais do governo foram até a casa do adolescente para alimentá-lo duas vezes. Porém, quando uma tia foi visitá-lo uma semana depois já o encontrou sem vida.

O pai de Yan foi diagnosticado com coronavírus. Ele foi internado junto com seu outro filho, com autismo, mas que não estava contaminado com o vírus. Não ficou claro porque um dos adolescentes foi autorizado a ficar com o pai, enquanto o filho mais velho teve que ser deixado em casa sozinho.

“O governo local não agiu de forma prática e realista ao realizar seu trabalho e falhou em seus deveres”, afirmou a Comissão Central para Disciplina da China (CCDI) em um comunicado, após o afastamento do prefeito de Huajiahe e do secretário local do Partido Comunista.

A cidade de Huajiahe fica na província de Hubei, que abriga também Wuhan, considerada o epicentro da epidemia de coronavírus na China.

Fonte:
https://veja.abril.com.br/mundo/jovem-com-paralisia-morre-apos-pai-ficar-em-quarentena-por-coronavirus/