Indicado à embaixada do Brasil nos EUA entra em quarentena

O encarregado de negócios e futuro embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Nestor Forster, decidiu se colocar em quarentena contra o coronavírus, como forma de prevenção. O diplomata não apresenta sintomas da Covid-19, mas teve contato com o chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten, que testou positivo para a doença.

Forster foi indicado em outubro do ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas ainda precisa passar pelo crivo do plenário do Senado antes de ser nomeado embaixador. Ele já foi aprovado pela Comissão de Relações Exteriores (CRE) da Casa.

O diplomata foi uma das pessoas que teve contato com Fábio Wajngarten durante a viagem de quatro dias de Bolsonaro aos Estados Unidos.

“O encarregado de negócios em Washington, Embaixador Nestor Forster Jr., que não está sentindo nenhum sintoma mas interagiu brevemente com o indivíduo, se consultou com um médico e decidiu se colocar em quarentena pelo período recomendado de duas semanas”, afirmou a Embaixada em nota.

Continua após a publicidade

O chefe da Secom viajou no avião junto com o presidente, o filho Eduardo, e a primeira-dama, Michelle. Quatro ministros também integraram a viagem. O presidente fez o teste para detectar se contraiu coronavírus. Toda sua família, incluindo a primeira-dama, Michelle, e seus filhos, também serão submetidos aos exames.

Durante o final de semana, Wajngarten também se encontrou com o presidente americano Donald Trump e com o vice-presidente Mike Pence na Flórida. Em suas redes sociais, o chefe da Secom compartilhou uma foto ao lado dos dois líderes. Wajngarten passa bem, mas está trabalhando em sua casa, em São Paulo.

A Casa Branca afirmou que Trump e Pence não precisam fazer testes para o coronavírus, pois “quase não tiveram interações com” Wajngarten.

Fonte:
https://veja.abril.com.br/mundo/indicado-a-embaixada-do-brasil-nos-eua-entra-em-quarentena/