Gerdau estima aumento de até 10% nas vendas em 2021 | Brazil Modal

O presidente da Gerdau, Gustavo Werneck, disse em teleconferência de resultados com jornalistas nesta quarta-feira que as estimativas de vendas de produtos siderúrgicos no mercado interno deverá crescer entre 8% e 10%. Segundo ele, todos os mercados em que a Gerdau atua deverão apresentar desempenho positivo.

“Vai ser um ano de resultados consistentes. Construção civil, por exemplo, ainda não conseguiu recuperar os níveis de estoques. Na cadeia, está abaixo do que deveria estar” disse Werneck.
No ano passado, as vendas no Brasil somaram 5,21 milhões de toneladas, queda de 7% em relação a 2019. Werneck ressaltou que os estoques na cadeia de aços longos está a 75% do nível regular. Já no segmento de planos está a 50% do normal.

“O giro está em torno de 1,5 a 2 meses e a média histórica é de 3 meses. Acredito que a normalização ocorra ao longo dos próximos meses, a medida que a capacidade de produção das usinas volte de forma mais consistente. Pode ser que o estoque volte em 2 a 3 meses aos níveis tradicionais”, disse o executivo.

Quanto aos setores que devem puxar as vendas de aço este ano, Werneck afirmou que, além da construção civil — que deve manter o bom desempenho de 2020 — máquinas amarelas, veículos pesados, como caminhões, e implementos rodoviários devem acelerar a recuperação neste ano.

“A construção deve manter o ambiente positivo neste ano e vemos oportunidades em infraestrutura com a ampliação dos investimentos públicos e privados no setor. A expectativa é aportes de R$ 126 bilhões, segundo a Abdib”, afirmou o executivo.
Os investimentos em infraestrutura, para Werneck, não estão ameaçados por causa da mudança no comando da Petrobras realizada pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, há uma carência importante no Brasil de aportes nesse setor. “ Os recursos aplicados estão abaixo do que se precisa que é em torno de 4% do PIB, ou seja, coisa de R$ 280 bilhões por ano.”

Em aços especiais, o Brasil, segundo o executivo, a recuperação da produção de veículos no quarto trimestre devem permanecer neste ano. “Já está refletindo na carteira de pedidos nos primeiros meses desse ano. Além da melhora das vendas para os setores de energia eólica e máquinas e equipamentos.”

Usina de Ouro Branco deve receber US$ 100 mi
Werneck disse também que a usina de Ouro Branco, em Minas Gerais, deverá receber US$ 100 milhões ao longo dos próximos cinco anos. “Ouro Branco é uma das usinas mais relevantes para a Gerdau. Nesse momento opera com total capacidade. Está à frente de outras operações nossas e no foco dos investimentos ao longo do próximo período.”

Pelos planos de investimentos da companhia, a usina deve receber este ano R$ 862 milhões para manutenção da unidade. De 2019 a 2021, os recursos aplicados na operação somam R$ 1,55 bilhão.

Werneck afirmou, ainda, que em 2020 o foco da Gerdau na operação brasileira foi o mercado interno em detrimento das exportações. Segundo ele, as remessas no ano passado representaram 15% do que foi comercializado no Brasil. Em 2019, esse indicador foi de 30%.

 

 

 

 

Fonte: Valor

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/gerdau-estima-aumento-de-ate-10-nas-vendas-em-2021/