Faturamento da Docas do Rio cresce quase 50% no 1º quadrimestre de 2021 | Brazil Modal

Porto de Itaguaí foi o que mais contribuiu, com faturamento histórico em abril. A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), autoridade portuária responsável pela administração dos Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, faturou R$328 milhões no primeiro quadrimestre de 2021, cifra R$ 107 milhões maior do que a registrada no mesmo período de 2020, representando um crescimento de 48,5% em relação ao primeiro terço do ano passado.

O bom resultado de faturamento deve-se ao atual ciclo positivo de grande valorização do minério de ferro nos mercados internacionais e ao grande volume de movimentação no período. No primeiro quadrimestre de 2021, os portos administrados pela Docas do Rio movimentaram 19,431 milhões de toneladas de cargas, o melhor resultado de uma série histórica com dados a partir de 2015.

Segundo a análise divulgada pela Gerência de Planejamento de Negócios da Docas do Rio, em relação ao mesmo período de janeiro a abril de 2020, o crescimento foi de 5 milhões de toneladas, o que corresponde a uma alta de 34,7%.

Recorde no Porto de Itaguaí

O relatório indica que o Porto de Itaguaí registrou faturamento recorde no mês de abril de 2021, com o total de R$85,2 milhões, o que representa o maior faturamento mensal em termos reais já registrado para o porto, no período analisado desde 2015. Ainda nesse sentido, o primeiro quadrimestre de 2021 foi o melhor resultado para o período desde 2015 e, em relação a 2020, o crescimento foi de 4,7 milhões de toneladas ou 39,5%.

Essa marca histórica foi alcançada devido à sustentação da valorização do minério de ferro em reais, resultado da conjugação da alta do valor da commodity nos mercados internacionais e da contínua apreciação do dólar em relação ao real. Além disso, o excepcional desempenho operacional registrado no mês de março com 1,5 milhão de toneladas a mais que fevereiro e 2,2 milhões de incremento em relação a março de 2020 impactaram na movimentação expressiva.

Os dados destacam também a alta de 11% na movimentação de unidades de contêineres da Sepetiba Tecon, no primeiro quadrimestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020.

 

 

 

Fonte: Portos e Navios

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/faturamento-da-docas-do-rio-cresce-quase-50-no-1o-quadrimestre-de-2021/