Estudo indica que Porto de Cabedelo pode movimentar 55 mil toneladas após dragagem | Brazil Modal

No processo de executar uma complexa obra de dragagem, que permitirá a operação com 11 metros de calado, o Porto de Cabedelo acaba de concluir mais uma etapa do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA). O resultado indica que o porto tem condições favoráveis para obra, que abre a possibilidade de navios atracarem e desatracarem com sua capacidade total de carga, ou seja, com até 55 mil toneladas. Hoje, esse volume está limitado a 35 mil toneladas.

Outros estudos também estão atualizados, em especial no que se refere à batimetria e ao impacto da obra, com um novo relatório ambiental simplificado. O objetivo de toda essa pesquisa prévia é garantir que a dragagem seja excecutada com maior eficácia e menos custos. O EVTEA, realizado pela Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba (Funetec-PB), contou com uma equipe de economistas, engenheiros e advogados.

Durante a obra da dragagem, também será feita a manutenção de toda extensão do canal e da bacia de manobras. A retirada da derrocagem garantirá a operação com 11 metros de calado. A reformulação da área portuária promete gerar mais movimentação no porto, mais empregos e maior arrecadação para o Estado da Paraíba.

“Nós já tínhamos o EVTEA e agora atualizamos. Com outros documentos em processo de atualização, tais como a Batimetria e o Relatório Ambiental Simplificado, a Docas segue avançando nas etapas prévias, necessárias para execução da obra”, destacou a diretora-presidente da Docas-PB, Gilmara Temóteo.

Os estudos sobre a dragagem em Cabedelo será enviado para análise e aprovação da Secretaria Nacional de Portos (SNPTA) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

avaliação da viabilidade técnica, econômica e ambiental da dragagem acontece em um momento positivo para Cabedelo. Em abril passado, o porto registrou um movimento de navios e cargas 32,9% superior ao mesmo período de 2020. Ao longo do mês, Cabedelo operou 85.883 toneladas de cargas, contribuindo diretamente com o resultado do primeiro quadrimestre: mais de 448 mil toneladas movimentadas, ou seja, 45% a mais do que no ano passado.

O destaque de movimentação em abril foi o malte: em apenas três operações, o porto movimentou 17.518 toneladas. No total, oito navios passaram por Cabedelo, transportando petcoke, diesel, gasolina e trigo. Ao todo, oito navios foram operados.

 

 

Fonte: Portos e Navios

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/estudo-indica-que-porto-de-cabedelo-pode-movimentar-55-mil-toneladas-apos-dragagem/