Dólar reduz alta após superar R$5, mas crava novo recorde histórico em meio a caos nos mercados globais | Brazil Modal

O mercado de câmbio no Brasil teve uma pregão histórico nesta quinta-feira, com o dólar passando de 5 reais pela primeira vez, em dia de extrema volatilidade que obrigou o Banco Central a realizar quatro leilões de dólar à vista, em meio a um terremoto nos mercados brasileiros na esteira do colapso das bolsas mundo afora diante do receio do coronavírus.

O mercado local foi afetado adicionalmente pela piora na percepção fiscal, após o governo sofrer uma dura derrota no Congresso que pode representar mais de 200 bilhões de reais em despesa pública adicional em dez anos.

O dólar à vista fechou em alta de 1,38%, a 4,7857 reais na venda, nova máxima histórica para um encerramento de sessão.

No pico do dia, alcançado no 2º minuto de negociação, a cotação foi a 5,0287 reais, um voo de 6,52%, para um novo recorde nominal intradiário.

A desaceleração ocorreu depois das atuações do BC e de o banco central dos EUA anunciar um reforço em operações para dar liquidez ao mercado.

No acumulado de 2020, o dólar salta 19,26%, o que equivale a uma desvalorização de 16,15% para o real. A moeda brasileira tem a segunda pior posição entre 33 pares, melhor apenas que o peso colombiano, que perde 18,4% no período.

Na B3, o dólar futuro de maior liquidez —que na véspera conseguiu capturar o mau humor decorrente do noticiário político— caía 0,93% às 17h22, para 4,7785 reais.

Fonte: Reuters

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/dolar-reduz-alta-apos-superar-r5-mas-crava-novo-recorde-historico-em-meio-a-caos-nos-mercados-globais/