Covid-19: Emissora de televisão pública da Alemanha ironiza Bolsonaro

Um dos únicos chefes de Estado a minimizar a dimensão da pandemia do novo coronavírus — junto ao presidente do México, o populista Andrés Manuel López Obrador, e ao ditador da Nicarágua, Daniel Ortega — o presidente Jair Bolsonaro foi satirizado na semana passada no Extra 3, um programa humorístico de  política da Norddeutscher Rundfunk (NDR), emissora de televisão pública da Alemanha. Bolsonaro já havia sido alvo de piada do Extra 3 em 2019.

Na edição publicada no canal do Extra 3 no Youtube na quinta-feira 2, o apresentador do programa, Christian Ehring, mostrou uma montagem de um diploma de Virologia, área da Medicina que se estuda os vírus, da “Universidade Bolsonaro de ensino à distância”.

“As principais disciplinas são Facebook e Twitter”, brincou Ehring. A piada critica a postura de Bolsonaro de contradizer a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o próprio Ministério da Saúde brasileiro sobre a importância do isolamento social para conter o avanço da pandemia. Mas o alvo era os virologistas e epidemiologistas alemães que classificam a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, como “só uma gripe”.

Ehring ironiza Bolsonaro entre os minutos 2:30 e 2:50 do vídeo abaixo, que conta com a opção de legenda automática em português.

Continua após a publicidade

Esta é pelo menos a segunda vez que o presidente brasileiro é satirizado pelo Extra 3. Em agosto de 2019, Bolsonaro chegou a ser chamado de “o tolo de Ipanema” por Ehring. Na ocasião, a crítica do apresentador alemão estava voltada à crise dos incêndios na Amazônia.

O episódio de 2019 também está disponível no Youtube com legenda automática em português. A piada sobre o presidente brasileiro e as queimadas na Amazônia está no início do vídeo.

Continua após a publicidade

A emissora pública alemã NDR, onde o Extra 3 é exibido, é um dos quatro maiores conglomerado do ramo das telecomunicações no país.

Fonte:
https://veja.abril.com.br/mundo/covid-19-emissora-de-televisao-publica-da-alemanha-ironiza-bolsonaro/