Confere-SPO traz inovação e agilidade para os procedimentos de conferência de mercadorias sob controle aduaneiro | Brazil Modal

Baseado nos mais exigentes protocolos de segurança, o sistema, adotado pela Receita Federal do Brasil na Alfândega de São Paulo, permite a conferência remota de carga de forma ágil e transparente.

Desde o dia 1o de julho, está em funcionamento o Confere-SPO para a verificação remota de cargas por parte da aduana. Inspirado no sistema Confere, desenvolvido e utilizado pelo Porto de Santos (SP), o Confere-SPO conta com as mais recentes tecnologias agregadas que promovem mobilidade, agilidade e transparência a qualquer checagem de mercadorias.

Desenvolvido por meio de Parceria Público Privada, projeto este envolvendo a SISPLAN PROCESSAMENTO DE DADOS LTDA, ABCLIA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CENTROS LOGÍSTICOS INDUSTRIAIS ADUANEIROS, AGESBEC, CNAGA, EMBRAGEN, CRAGEA, UNIVERSAL, LACHMANN E LIBRAPORT.

O Confere-SPO permite qualquer procedimento   de verificação de  carga por mais específico e detalhado que seja, como por  exemplo, a triagem de mercadoria abandonada, solução de dúvida sobre uma mercadoria para leilão, etc.

Por meio de agendamento, a verificação da carga é feita in loco, com transmissão remota de imagem e voz através de câmeras. O procedimento mantém a presença do representante do importador e do funcionário do recinto no momento da conferência. A transparência vai além, uma vez que o próprio importador poderá ser convidado a participar da vistoria remotamente.

Outra novidade é que o Confere-SPO permite a integração com outros órgãos anuentes como a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por exemplo.

Também possibilita maior mobilidade. O servidor  tem a flexibilidade  de utilizar outros equipamentos, como o celular, para executar a verificação de qualquer lugar.

A segurança é outro ponto de atenção. Todo o procedimento de conferência é gravado e armazenado. Os protocolos de segurança do sistema foram dimensionados para resguardar todas as informações.

O sistema é versátil e possibilita até que  o  mesmo servidor realize mais de uma vistoria ao mesmo tempo. E, ainda, ajuda  a melhoria dos indicadores, otimiza o fluxo  operacional do  procedimento,  diminui o problema de escassez de funcionários e auxilia na melhor distribuição do capital humano.

Segundo explica Karen Yonamine Fujimoto, delegada da Alfândega da Receita Federal em São Paulo (ALFSPO), (FOTO), o sistema passou a ser utilizado no Estado de São Paulo, mas existe a possibilidade de ampliar sua aplicação para todo o país. “Acreditamos que, com a economia de tempo e com a agilidade que conseguimos atingir, o sistema poderá facilitar o Comércio Internacional Brasileiro como um todo”, afirmou. Karen também relatou que já existe interesse de outros países em conhecer esse desenvolvimento, pelos benefícios que ele oferece.

Segundo Luiz Manoel Mascarenhas, presidente executivo da Abclia, esse sistema irá dinamizar e agilizar todo processo de desembaraço aduaneiro na importação e na exportação, inserindo os  CLIAS/Portos Secos,  em um novo patamar tecnológico.

 

Fonte: Brazil Modal – Por: Roberta Provatti

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/confere-spo-traz-inovacao-e-agilidade-para-os-procedimentos-de-conferencia-de-mercadorias-sob-controle-aduaneiro/