Anvisa faz vistoria em navio atracado no Porto de Santos após estivadores suspeitarem de coronavírus | Brazil Modal

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou que iria vistoriar o navio KM Singapore, que está atracado no Porto de Santos desde a noite de sábado (25), após reclamações de um grupo de estivadores, que presenciaram trabalhadores asiáticos tossindo e espirrando no local. O navio de bandeira liberiana saiu da Índia e passou pela África do Sul, com carga de soja a granel. Os estivadores teriam suspeitado de que a tripulação do navio pudesse estar contaminada pelo coronavírus, já que os trabalhadores estariam com tosse e espirrando. Segundo o Sindicato dos Estivadores de Santos (Sidestiva), os operários também viram operários do Terminal Exportador do Guarujá (TEG) usando luvas e máscaras, o que teria gerado pânico.

A Anvisa, no entanto, nega que haja suspeita do coronavírus. Em nota, o órgão informou que não são casos suspeitos ou que se encaixam na denição de suspeitos até o momento. “O navio não é procedente da China. Não há qualquer tripulante doente, conforme atestou a scalização da Anvisa, que esteve a bordo e o próprio comandante da embarcação. O relatado uso de máscaras e luvas pelos tripulantes chineses deve-se às condições de trabalho exigidas, haja vista tratar-se de navio transportador de grãos”, disse o órgão em nota.

A Santos Port Authority (SPA) informou que a Guarda Portuária foi acionada por um trabalhador portuário autônomo sobre a situação do navio, e que imediatamente acionou o setor de Saúde da Gerência de Segurança do Trabalho da SPA. Não há maiores informações sobre o tempo que a embarcação cará atracada no Porto.

Confira a íntegra da nota da Santos Port Authority (SPA): A Santos Port Authority (SPA) recebeu informações, na manhã deste domingo (26), de que a tripulação do navio KM Singapore, atracado na margem esquerda do Porto de Santos, estava usando máscaras e luvas. Isto que gerou preocupação por parte dos trabalhadores portuários avulsos, tendo em vista aos novos casos de Coronavírus ocorridos na China e em outros países.

A SPA já repassou essas informações à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que é a Autoridade Sanitária responsável pelo monitoramento das embarcações que operam no Porto de Santos, para que sejam verificadas as ações preventivas que devem ser adotadas, caso seja necessário. Em resposta, a Anvisa disse estar ciente e acompanhando a situação de perto.

Veja na íntegra a nota emitida pela Anvisa sobre o caso:

A história é que se trata de um navio vindo da India e no qual haviam trabalhadores asiáticos usando luvas e máscaras. Os estivadores viram os trabalhadores do navio Km Singapore usando máscaras e espirrando o que pode ter causado pânico. Porém, não são casos suspeitos ou que se encaixam na definição de suspeitos até o momento. Em complemento, esclarecemos que estas são informações do momento. Podemos fazer uma atualização mais tarde se a equipe da Anvisa se Santos tiver novidades.

Fonte: A Tribuna

Fonte:
http://brazilmodal.com.br/2015/highlights/anvisa-faz-vistoria-em-navio-atracado-no-porto-de-santos-apos-estivadores-suspeitarem-de-coronavirus/